quinta-feira, 5 de maio de 2011

Novo Código Florestal: a ofensiva virtual dos ruralistas

A votação do Novo Código Florestal foi adiada para a próxima terça-feira, dia 10. Com isso, os ambientalistas ganharam algum tempo para disseminar as escabrosas consequências da implementação da nova versão do código, caso o relatório do Deputado Aldo Rebelo seja aprovado.
Nessa semana, em que os embates travados entre ruralistas e ambientalistas se exarcebaram, e-mails circularam pela rede tratando das mudanças no código. Pois bem, em uma observação ligeira, é possível notar que se tratam de spams cujo objetivo é convencer a opinião pública de que as mudanças na lei florestal brasileira são necessárias.
Aos mais incautos, pode até parecer um e-mail comum. Com textos redigidos em linguagem coloquial, os e-mails enviados por Cinthia Floriano e Carlos Maceno são uma clara ofensiva imbuída de argumentos absurdos pró novo código, tais como: haverá aumento da inflação e falta de alimentos.
Muitas mobilizações contra o relatório de Rebelo foram arquitetadas pela internet. Parece que agora os ruralistas resolveram lançar mão desse recurso para ludibriar a sociedade com dados falaciosos e conjecturas. Essa é só mais uma demonstração da falta de ética daqueles que não respeitam as florestas. Se são a favor das mudanças, por que não defendê-las de cara limpa? Suspeito, não? E você, está esperando o quê? O coletivo SOS Florestas lhe mantém atualizado sobre o perigo em mudar a legislação florestal nacional. No site, é possível encontrar informações para se aprofundar na questão e ter acesso a diversos dados sobre o assunto.
Mobilize-se. Não sabe como? Clique aqui!

0 comentários:

Postar um comentário