terça-feira, 21 de junho de 2011

E o inverno chegou...


Para muitos, essa época é sinônimo de elegância. Corpos cobertos com muitas roupas simbolizam a reclusão típica dos dias frios. Na natureza, algumas espécies hibernam. As formigas se nutrem com o alimento juntado prévia e sabiamente no período de fartura, para que não faltasse nos dias de escassez. Em tempos de mudanças climáticas, há, contudo, aqueles que reclamem da inconstância das estações. Porém, a importância do advento da invernada não está simplesmente nas características do clima durante o tempo em que vigora. Essa é uma fase de reflexão. Quem nunca ficou mais introspectivo no frio? É que as baixas temperaturas são uma invocação ao recolhimento, não só físico, como espiritual. O frio pode ser um convite ao ócio do corpo e a oportunidade para entrar em contato com nosso Eu interior. Apreciar um bom chá, deliciar-se com os aromas dos incensos, meditar, observar os ciclos de Gaia e reconhecer com humildade sua sapiência. Simplesmente viver o presente, sem pré-ocupações! A natureza chama...

Para se deleitar:
Often a Bird - Wim Mertens

0 comentários:

Postar um comentário